Israel está em clima de luto por Sharon

Enquanto o primeiro-ministro Ariel Sharon está sendo submetido a uma terceira cirurgia cerebral, muitos assessores e meios de comunicação em Israel já entraram em clima de luto. Os assessores mais próximos do primeiro-ministro, o secretário do gabinete Israel Maimon e o secretário militar Gadi Shamni, foram às pressas para o hospital Hadassa no momento em que ficou claro que o estado de Sharon havia se agravado.Repórteres na entrada do hospital informam que os assessores passam por eles chorando. Os filhos de Sharon, Omri e Gilad, também se encontram no hospital.As rádios tocam músicas tristes e celebridades e cidadãos comuns que conheceram Sharon ou não são entrevistados, compartilhando com os ouvintes seus sentimentos em relação ao primeiro-ministro. Muitos dizem que Sharon é como um pai para eles. A sensação em Israel é de que Sharon está oscilando entre a vida e a morte e que ele pode morrer a qualquer momento. Centenas de jornalistas estrangeiros já se posicionaram em frente ao hospital para cobrir estes momentos, considerados dramáticos e históricos. O Rabino Iona Metzger, chefe do rabinato de Israel, chamou a população a rezar por Sharon.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.