Israel está pronto para possível ataque do Iraque

Israel não descarta a possibilidade de um ataque iraquiano e, segundo o chefe do Exército de Israel, Moshe Yaalon, está mais preparado do que nunca para se defender de um possível bombardeio. O comandante criticou algumas matérias publicadas pela imprensa dizendo que o governo israelense não tem máscaras antigás e abrigos antiaéreos suficientes para defender a população civil.O general insistiu que os israelenses ?são os mais protegidos do mundo?. Funcionários militares confirmaram, no entanto, que um quarto da população israelense não tem máscaras antigás. Segundo ele, esse problema será resolvido em alguns dias. Israel começou a se preparar para possíveis ataques após os atentados de 11 de setembro, disse Yaalon. ?Nós começamos a nos preparar contra atos terroristas, como o de 11 de setembro, que poderiam vir do Iraque ou de grupos como o Herzbollah?, disse. Em 1991, durante a Guerra do Golfo Pérsico, o Iraque atacou Israel com 39 mísseis Scud, em resposta aos bombardeios dos EUA.O jornal Haaretz informou hoje que o Iraque poderia convencer grupos de militantes palestinos a disparar contra aviões que decolam do aeroporto Ben Gurión, em Israel. A Frente de Libertação Árabe é financiada por Bagdá e recebe ordens de Saddam Hussein. A organização tentou um ataque similar no ano passado, mas as autoridades israelenses evitaram o atentado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.