Israel exige remoção de aviões sauditas da fronteira

O comandante do Exército israelense exigiu nesta terça-feira que a Arábia Saudita remova aviões de guerra fabricados nos Estados Unidos para longe de uma base aérea próxima de Israel, alegando o possível recrutamento um piloto pela Al-Qaeda para lançar um jato contra o país.Um número não especificado de aviões F-15 foram levados para a base próxima a Tabuk, noroeste saudita, antes da invasão do Iraque, em março, disse o comandante do Estado-Maior, general Moshe Yaalon."Nós descobrimos através do interrogatório de um membro da Al-Qaeda detido - não por israelenses - que eles estavam procurando um piloto saudita, militar ou de carreira, para comandar um ataque ao estilo do de 11 de setembro contra Israel", revelou Yaalon em uma conferência sobre contraterrorismo realizada na cidade costeira de Herzliya.Apesar da exigência de Israel, Yaalon não revelou se o governo saudita respondeu ao pedido.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.