Israel expulsa 17 estrangeiros pró-Palestina

Onze ativistas franceses pró-Palestina serão deportados de Israel, junto com outros seis estrangeiros feridos por fogo israelense enquanto manifestavam seu apoio aos palestinos, disseram representantes oficiais. Os franceses na lista de deportação incluem o ativista antiglobalização José Bové, preso depois que um grupo de cerca de 50 ativistas de diversos países entrou no QG do presidente da Autoridade Palestina (AP), Yasser Arafat, desafiando os soldados israelenses que cercavam o escritório. Os 11 ativistas franceses presos foram acusados de violar uma ordem militar que proibia a entrada a Ramallah.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.