Israel faz ataques aéreos após foguetes de Gaza

O Exército de Israel informou que realizou uma série de ataques aéreos em toda a Faixa de Gaza em resposta ao lançamento de foguetes contra seu território a partir do território costeiro. Não havia informações sobre vítimas dos ataques.

PRISCILA ARONE, COM INFORMAÇÕES DA ASSOCIATED PRESS E DA DOW JONES NEWSWIRES, Estadão Conteúdo

19 de agosto de 2014 | 11h24

Em comunicado divulgado nesta terça-feira, o Exército acusou militantes palestinos de violar o cessar-fogo e afirmou que mantém suas "capacidades de defesa e de ataque com o objetivo de tratar da nova agressão".

Os ataques aéreos aconteceram minutos depois de militantes palestinos dispararem foguetes contra Israel, interrompendo o cessar-fogo temporário e colocando em risco as negociações no Egito que têm como objetivo encerrar a guerra entre Israel e o Hamas. De acordo com a agência Dow Jones, Israel chamou de volta sua delegação no Cairo, suspendendo as negociações sobre o cessar-fogo, após o lançamento de foguetes de Gaza.

Nenhum grupo havia assumido a autoria dos disparos, mas pouco antes do lançamento, o porta-voz do Hamas, Fawzi Barhoum, insinuou que isso poderia acontecer, dizendo que "se Netanyahu não entende...a linguagem da política no Cairo, sabemos como fazê-lo entender".

"Este ataque de foguetes em Beersheba é uma grave e dirigida violação ao cessar-fogo", disse o porta-voz do governo israelense, Mark Regev.

Tudo o que sabemos sobre:
IsraelGazaataques aéreos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.