Israel faz limpeza étnica, acusa ministro palestino

O ministro palestino de Cooperação Internacional, Nabil Shaath, disse nesta terça-feira que as Forças Armadas de Israel praticam "limpeza étnica" em Ramallah.Em referência a informações de que os militares israelensesteriam saqueado casas de câmbio, armazéns e casas em Ramallah,ele declarou: "O Exército israelense é disciplinado e, por estemotivo, não creio que os atos de saque e devastação sejamatribuídos somente a soldados indisciplinados.""Creio que o ocorrido se deve a instruções superiores com oobjetivo de aumentar o temor na população e, se possível,convencer as pessoas a deixarem a Palestina. Isto se chamalimpeza étnica."Shaath acusou os militares israelenses de "massacrarem"muitos palestinos en Ramallah, "quase todos abatidos con umtiro na cabeça", e de saquearem casas de câmbio, armazéns ecasas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.