Israel faz manobra militar para possível conflito com Síria

Jornais especulam chance de guerra; Exército diz que operação tem fins defensivos

Agencia Estado

02 Julho 2007 | 19h15

O Exército israelense convocou uma série de manobras militares na Colinas do Golã a fim de se preparar para um possível conflito armado com a Síria, apesar de seus comandantes assegurarem que se trata de uns exercícios com fins defensivos. O jornal Maariv informa nesta segunda-feira, 2, que são manobras para treinar efetivos com vistas a uma possível guerra, sem mencionar o número nem o tipo das forças que participarão. É destacado, pelo contrário, que Israel advertiu a Síria sobre a realização da manobras a fim de impedir qualquer erro de interpretação que possa desencadear um conflito indesejado. Os exercícios acontecem junto à fronteira entre os dois países. Também sustenta que esclareceu Damasco que "são manobras unicamente defensivas", segundo o jornal. Israel ocupou à Síria a Colinas do Golã em 1967 e há alguns meses o presidente Bashar al-Assad advertiu que não descarta retomá-las à força se o governo israelense não quiser negociar a devolução.

Mais conteúdo sobre:
Golã Israel Síria manobras militares

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.