Israel fecha fronteiras da Cisjordânia e Faixa de Gaza

O Exército israelense fechou totalmente, nesta terça-feira, a Cisjordânia e a Faixa de Gaza, restringindo a locomoção dos palestinos que celebram o primeiro dia da festividade muçulmana Eid al-Adha. A medida impede os palestinos de viajarem dentro da Cisjordânia e Gaza ou irem até Jerusalém, muito visitada pelos palestinos durante o Ramadã.Segundo o diário Haaretz, a medida foi tomada depois que o serviço de Segurança israelense recebeu dezenas de denúncias de que militantes palestinos estariam planejando atentados suicidas contra alvos israelenses. Nesta segunda-feira, soldados israelenses mataram um palestino na Faixa de Gaza quando ele tentava entrar em uma zona proibida próximo da fronteira entre Gaza e Israel. O Exército afirmou que um rifle e granadas foram encontrados ao lado do corpo da vítima. Na Cisjordânia, um palestino desarmado foi morto próximo a um assentamento judeu na Faixa de Gaza. Fontes israelenses afirmaram que o militante estava armado e foi abatido quando tentava fugir.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.