Israel fere líder das Brigadas dos Mártires de Al-Aqsa

O líder das Brigadas de Mártires de Al-Aqsa na cidade de Nablus, na Cisjordânia, Ahmad Sanakra, ficou ferido gravemente na madrugada desta terça-feira, 3, em um tiroteio com soldados israelenses no campo de refugiados de Balata, informaram fontes palestinas.O Exército israelense confirmou que durante uma "operação de rotina", milicianos palestinos abriram fogo contra militares israelenses e um líder da estrutura do movimento Fatah (cujo braço armado são as Brigadas dos Mártires de Al-Aqsa) que levava uma pistola foi "alvejado" em uma troca de tiros.Segundo as fontes palestinas, Sanakra, de 28 anos, levou quatro tiros, nas mãos e no estômago, e seu estado é grave.Disseram também que dois soldados israelenses ficaram feridos no tiroteio no campo situado ao leste de Nablus, notícia desmentida pelo Exército.Sanakra, que escapou de cinco tentativas de abatê-lo nos últimos anos, é considerado um dos milicianos palestinos mais procurados na região de Nablus, segundo a agência palestina Maan.O porta-voz das Brigadas nesta localidade, Nasser Abu Aziz, disse à Maan que "vai formar de novo todas as células armadas nos territórios" palestinos em resposta a esta incursão militar.A represália, advertiu, chegará "o mais rápido possível" e será "dura".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.