Israel impede passagem de comboio da ONU em Gaza

Soldados israelenses num tanque bloquearam hoje a passagem de um comboio da ONU em direção ao campo de refugiados de Rafah, onde no dia anterior motoniveladoras israelenses destruíram 14 casas.Os militares israelenses disseram ao chefe de uma agência das Nações Unidas, que saiu do carro e pediu para falar com um oficial, que iriam atirar caso não voltasse ao veículo.Peter Hansen, comissário-geral da agência da ONU para a Assistência aos Refugiados Palestinos (UNRWA), vestia um colete à prova de balas azul com um emblema da ONU e estava a cerca de 30 metros do tanque quando ocorreu o incidente. O tanque chegou a virar o canhão em direção a ele e outro tanque se aproximou do comboio.Depois de um impasse de 20 minutos, os funcionários da ONU e os jornalistas que os acompanhavam deram meia volta e pegaram uma estrada em direção ao campo de refugiados de Rafah, onde no dia anterior motoniveladoras israelenses destruíram 14 casas.O Exército de Israel afirmou que a agência da ONU não havia coordenado a viagem. O Exército disse que os soldados no tanque notificaram um comandante sobre a presença da ONU e que a permissão para a passagem foi concedida, mas o comboio já havia partido.Issa Kara, um porta-voz da ONU, disse que os funcionários da UNRWA têm liberdade de movimento segundo acordos com Israel.A UNRWA foi criada para dar assistência a refugiados da guerra de 1948 a 1949 que se seguiu à criação do Estado de Israel. Cerca de 700.000 palestinos fugiram ou foram expulsos de suas casas enquanto Israel combatia exércitos árabes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.