Israel intercepta e destrói foguete disparado no Sinai

Israel interceptou e destruiu um foguete disparado do território egípcio contra a cidade de Eilat, na região do Mar Vermelho, segundo uma emissora pública de rádio.

AE, Agência Estado

13 Agosto 2013 | 08h45

O grupo jihadista conhecido como Conselho Mujahideen Shura havia dito anteriormente que disparou um foguete Grad contra Eilat em retaliação a um suposto ataque aéreo israelense.

Um porta-voz militar confirmou a tentativa de ataque contra Israel, mas não informou a origem do foguete. Segundo a fonte, o projétil foi interceptado pelo sistema de defesa Iron Dome, perto de Eilat.

O foguete, disparado a partir do Sinai, foi "uma resposta rápida ao último crime cometido pelos judeus quando um de seus aviões bombardeou a península do Sinai e matou quatro mujahedin" na sexta-feira, disse o comunicado do grupo.

O grupo militante egípcio Ansar Beit al-Maqdis disse que quatro de seus membros, que pertenciam a tribos beduínas do Sinai, foram mortos por drones israelenses na sexta-feira. O grupo acusou o Exército egípcio de coordenar o ataque com Israel e ameaçou fazer mais ataques contra o Estado judeu.

"Como pode o exército egípcio permitir que os aviões não tripulados sionistas atravessassem para o território egípcio", afirmou a declaração.

Os militares do Egito negaram as acusações. O porta-voz do Exército, o coronel Ahmed Aly, disse que "não há verdade alguma sobre qualquer ataque israelense dentro do território egípcio". Fonte: Dow Jones Newswires.

Mais conteúdo sobre:
israelegitoviolência

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.