Israel interromperá negociação de paz com palestinos

O governo israelense vai interromper a negociação de paz com os palestinos em resposta a um novo acordo de unidade entre facções palestinas. O Gabinete de Segurança de Israel decidiu por unanimidade nesta quinta-feira cortar os contatos com os palestinos após uma reunião de cinco horas. O órgão anunciou a decisão em comunicado enviado a jornalistas.

AE, Agência Estado

24 de abril de 2014 | 12h13

A decisão parece ter encerrado um esforço de nove meses do secretário de Estado dos Estados Unidos, John Kerry, para intermediar as discussões. O prazo estipulado para a negociação de paz termina na próxima terça-feira.

Israel condenou a decisão do presidente da Autoridade Palestina, Mahmoud Abbas, de formar um governo de unidade com o movimento rival Hamas após uma ruptura de sete anos. Israel e o Ocidente consideram o Hamas um grupo terrorista.

Mais cedo, o ministro de Relações Exteriores de Israel, Avigdor Lieberman, já havia adiantado que um possível acordo de paz com os palestinos se tornou impossível depois que o Hamas e a Fatah selaram o acerto para formação do governo. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Israelpalestinosnegociaçãopaz

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.