Israel invade área palestina em Hebron

Forças israelenses invadiram um bairro palestino na cidade cisjordaniana de Hebron no fim da noite desta quinta-feira (horário local) após ataques contra colonos judeus, informaram funcionários dos serviços palestinos de segurança. Uma acirrada troca de tiros seguiu-se à ação israelense e 15 palestinos ficaram feridos, um deles em estado grave, disseram elas.Disparos palestinos, aparentemente provenientes de um bairro situado numa colina, deixaram dois irmãos israelenses feridos, acusaram os colonos judeus. Os dois irmãos estavam na varanda da casa onde moram quando uma bala atingiu a mão de um e entrou no peito do outro, um garoto de 11 anos. Fontes hospitalares disseram que a saúde do garoto inspira cuidados. O Exército de Israel não comentou imediatamente a operação.Testemunhas palestinas contaram que as forças israelenses derrubaram duas casas situadas no topo da colina, com vista para o enclave habitado por colonos judeus. Segundo os palestinos, as casas eram utilizadas por pistoleiros para atacar residências no assentamento. Emissoras de rádio de Hebron convocavam os moradores a pegar em armas e combater os israelenses. A invasão é uma das mais sérias ofensivas das forças israelenses contra território controlado pelos palestinos desde que Israel começou a tomar o controle parcial de grandes centros habitados por palestinos, em 1995. Em 14 de agosto, tanques e motoniveladoras israelenses entraram na cidade de Jenin, no extremo norte da Cisjordânia, e destruíram uma delegacia logo após ataques de militantes suicidas em Israel.As invasões israelenses anteriores em território controlado pelos palestinos provocaram duras críticas por parte dos Estados Unidos e de outros governos. Os palestinos classificam as operações como agressões israelenses. Mas oficiais do Exército alegam que tais ações são necessárias para conter os ataques palestinos contra alvos israelenses.Os palestinos têm controle parcial sobre cerca de 40% da Cisjordânia e controle civil sobre algumas cidades cisjordanianas. No entanto, Hebron é dividida em bairros palestinos e judeus devido à existência dos assentamentos judaicos. Os palestinos controlam aproximadamente 80% de Hebron, com forças de segurança e policiais. Os soldados israelenses e policiais paramilitares guardam os enclaves judaicos situados nas áreas sobre controle de Israel.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.