Terry Renna/ AP Photo
Terry Renna/ AP Photo

Israel lança sua primeira sonda à Lua

Módulo 'Beresheet' foi lançado na noite desta quinta-feira, 21, na Flórida e tem pouso previsto para o dia 11 de abril; missão espacial deixa Israel perto de se tornar o quarto país a chegar na Lua

Redação, O Estado de S.Paulo

22 de fevereiro de 2019 | 02h22

MIAMI – O foguete Falcon 9, da empresa americana SpaceX, foi lançado na noite desta quinta-feira, 21, levando a bordo a primeira sonda lunar israelense, nomeada de “Beresheet” – palavra que significa “Gênese”, em hebraico. A missão deixa Israel perto de se tornar o quarto país a chegar à Lua.

O lançamento aconteceu às 22h45 (horário de Brasília) no Complexo 40 do Cabo Canaveral, no centro do Estado americano da Flórida. A decolagem não registrou imprevistos e a previsão é que a sonda orbite ao redor da Terra por cerca de sete semanas até alcançar a velocidade necessária para alcançar a Lua.

A sonda Beresheet é um explorador robótico não-tripulado que pesa aproximadamente 585 quilos e mede cerca de 1,5 metro. A previsão é que seu pouso em solo lunar aconteça no dia 11 de abril.

Além do módulo israelense, o foguete da SpaceX, empresa fundada pelo bilionário Elon Musk, também transporta o satélite indonésio Nusantara Satu e um laboratório de pesquisa da Força Aérea dos Estados Unidos.

A sonda Beresheet foi construída pela SpaceIL, uma empresa privada sem fins lucrativos, em parceria com  a companhia estatal de defesa  Israel Aerospace Industries (IAI). O projeto custou cerca de US$ 100 milhões. O módulo está equipado com câmeras, sensores magnéticos e transmissores que enviarão as informações para a Terra. \ EFE E AFP

Tudo o que sabemos sobre:
LuaIsrael [Ásia]

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.