Israel levanta restrições a trabalhadores palestinos

Mais de 6.000 trabalhadores palestinos provenientes da Faixa de Gaza entraram hoje em Israel depois queo Estado judeu levantou parcialmente as restrições que, durante mais de um mês, lhes impediram de chegar a seus empregos.Os palestinos chegaram ao cruzamento de Erez antes doamanhecer e se submeteram a inspeções minuciosas de segurança,mas estavam visivelmente agradecidos por poderem retornar a seustrabalhos.As permissões foram outorgadas apenas a homens maiores de 35anos, visto que Israel considera menos provável que pessoascasadas dessa idade realizem atentados.Irã - Também hoje, o primeiro-ministro de Israel, Ariel Sharon,viajou a Moscou, onde se reunirá com o presidente VladimirPutin.Ambos os líderes conversarão sobre as preocupações de Israel com o programa nuclear iraniano e uma resolução das NaçõesUnidas sobre o plano de paz do Oriente Médio respaldado pelaRússia.O Irã se comprometeu recentemente a abrir seu programanuclear aos inspetores da ONU e suspender o enriquecimento deurânio, mas Israel teme que o país continue adquirindo, de maneiraclandestina, conhecimento sobre armas nucleares e suspeita de queparte desse conhecimento seja proveniente de países da ex-UniãoSoviética.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.