Israel liberta e expulsa parlamentar do Hamas

Um tribunal israelense libertou hoje o legislador do Hamas Mohammed Abu Teir, que havia sido detido por entrar em Jerusalém apesar de sua permissão de residência na cidade ter sido revogada. Segundo documentos do Judiciário, ele recebeu ordens para deixar a capital imediatamente. Funcionários israelenses escoltaram o parlamentar até o cruzamento em Beituniya que liga Jerusalém Oriental (anexada pelos israelenses) ao restante da Cisjordânia, onde Abu Teir foi recebido por partidários.

AE, Agência Estado

08 de dezembro de 2010 | 19h56

Ele havia sito detido no dia 30 de junho por entrar em Jerusalém Oriental depois que o Ministério do Interior ter revogado sua permissão de residência na cidade, por causa de sua atividade no movimento islamita Hamas. Uma apelação contra a ordem do Ministério foi aberta no Supremo Tribunal de Israel.

"Hoje, o tribunal de magistrados decidiu deportá-lo e colocar em prática a decisão do Ministério do Interior", disse o advogado do parlamentar, Osama al-Saadi, à agência France Presse. Abu Teir foi eleito para o Parlamento palestino em Jerusalém Oriental em 2006, quando o Hamas venceu o secular grupo Fatah, do qual faz parte o presidente palestino Mahmoud Abbas. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
libertaçãoIsraelHamas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.