Israel liberta jordanianos em feriado islâmico

O governo israelense libertou 10 prisioneiros de nacionalidade jordaniana num gesto em direção à Jordânia, para marcar o feriado islâmico de Eid al-Fitr. Os prisioneiros tomaram um ônibus na prisão de Ayalon e foram levados para ponte Allenby, na fronteira com a Jordânia.O chanceler israelense Silvan Shalom disse que Israel libertou os prisioneiros ?como um gesto para o jordanianos e para o rei Abdullah, com quem temos muito boas relações?. Shalom disse ao chanceler jordaniano Marwan Muasher que o governo de Israel se dispõe a negociar novas libertações.A ministra de Estado da Jordânia, Asma Khader, disse, no início do mês, que Israel tinha concordado em libertar 25 prisioneiros. Ela considerou o número ?insuficiente? e exigiu que mais 56 jordanianos fossem soltos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.