Israel libertará 90 palestinos em gesto de boa vontade

Num gesto que qualificou de "boa vontade", Israel anunciou ontem a libertação de 90 prisioneiros palestinos. Atualmente, mais de 10 mil palestinos vivem confinados nas penitenciárias israelenses. Aprovada por 22 votos a 3, a decisão deve beneficiar apenas presos que não participaram de ataques a Israel. A última libertação de um grande grupo de palestinos foi em julho, após a tomada de Gaza pelo Hamas.

Entrevista com

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.