Israel mata 5 supostos milicianos do Hamas

A operação foi em represália a morte de um civil israelense atingido por um morteiro

EFE

10 de maio de 2008 | 06h23

Cinco supostos milicianos do Hamas foram mortos na noite de sexta-feira em ataques de represália do exercito de Israel após a morte no mesmo dia de um civil israelense atingido por um morteiro lançado por militantes desse movimento islamita palestino. Segundo fontes médicas em Gaza, dois dos milicianos palestinos morreram num bombardeio israelense contra uma delegacia de Polícia na localidade de Rafah, no sul da faixa e fronteiriça com o Egito.  Os outros três perderam a vida em uma operação terrestre em Khan Yunes, na mesma região. O Exército israelense confirmou os ataques, que aconteceram horas depois de um civil israelense ter morrido num ataque com morteiro de milicianos do Hamas em uma localizada próxima à fronteira com a Faixa de Gaza. Após as operações de represália israelense, militantes do movimento islamita voltaram a lançar hoje mais foguetes Qassam contra localidades próximas a esse território sob controle palestino. A maioria dos foguetes atingiu as cercanias de Sderot, sem deixar vítimas.

Tudo o que sabemos sobre:
Hamas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.