Sebastian Scheiner / AP
Sebastian Scheiner / AP

Morre adolescente esfaqueada na Parada Gay de Jerusalém

Outras cinco pessoas também foram feridas durante o evento; autor do ataque já tinha sido preso por crime semelhante em 2005

Estadão Conteúdo

02 de agosto de 2015 | 13h56

Morreu neste final de semana a adolescente esfaqueada pelo judeu ultraortodoxo durante a Parada do Orgulho Gay, em Jerusalém.

A adolescente Shira Banki tinha 16 anos e estava entre as seis pessoas feridas na última quinta-feira, 30, pelo extremista religioso. Segundo informações do hospital Hadar Elboim of Hadassah, ela não resistiu aos ferimentos e seus órgãos serão doados.

O autor dos ataques já havia sido preso por um ataque semelhante em 2005 e tinha sido libertado da prisão há três semanas.

A Parada do Orgulho Gay de Jerusalém é pequena se comparada com a de Tel Aviv, mas reuniu 100 mil pessoas neste ano. Fonte: Dow Jones Newswire.

Tudo o que sabemos sobre:
IsraelParada GayJerusalém

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.