Israel mostra supostos documentos contra Arafat

O exército israelense apresentou nesta quinta-feira documentos que, segundo sua própria versão, mostram autorizações de pagamentos feitas pelo líder palestino Yasser Arafat a militantes procurados pelo Estado judeu.Segundo os militares israelenses, os documentos estavam em caixas cheias de papéis apreendidas durante a tomada do QG de Arafat em Ramallah, na Cisjordânia, na semana passada."O que temos aqui é um fundo direto, que fora autorizado diretamente por Arafat, com sua própria assinatura, e que fora entregue a essas pessoas conhecidas como terroristas", afirmou o chefe da inteligência israelense, coronel Miri Eisin.O ministro palestino da Informação, Yasser Abed Rabbo, disse não ter visto os documentos, mas os considerou falsos. "São pessoas famosas por falsificar tudo. São alegações estúpidas que não necessitam de nossos comentários", afirmou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.