Israel não cessará a luta antes de conseguir seu objetivo

O ministro da Defesa de Israel, Amir Peretz, afirmou nesta segunda-feira que seu país não suspenderá os ataques contra o Líbano "antes de conquistar seus objetivos".Em declarações ao jornal "Ha´aretz", Peretz, líder do partido Trabalhista, na coalizão do Governo, disse que as operações que as Forças Armadas começaram na última quarta-feira, depois que combatentes do Hezbollah seqüestraram dois soldados de Israel, continuarão até o desmantelamento do grupo ou o afastamento dos guerrilheiros da fronteira com o Estado judeu.O ministro israelense havia afirmado no domingo que as Forças Armadas têm o aval do Poder Executivo para suas operações e o respaldo em massa da opinião pública.O Governo israelense condiciona o cessar-fogo ao cumprimento pelo Líbano da resolução 1559 da ONU, que pede o desarmamento de todas as milícias no país árabe, incluindo o Hezbollah, e o desdobramento das forças regulares libanesas na fronteira com Israel.Estas exigências serão expostas amanhã pelo Governo do primeiro-ministro israelense, Ehud Olmert, a uma delegação da ONU, cujo secretário-geral, Kofi Annan, pediu que Israel e Hezbollah interrompam imediatamente seus ataques.

Agencia Estado,

17 de julho de 2006 | 05h59

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.