Israel não libertará possível sucessor de Arafat

A chancelaria israelense negou a possibilidade de libertar Marwan Barghouti da prisão. Barghouti, ex-líder da facção palestina Fatah na Cisjordânia, é visto como o mais forte candidato para suceder Yasser Arafat, em termos de apoio popular entre os palestinos. Ele cumpre cinco penas de prisão perpétua, depois de ter sido condenado por envolvimento em ataques que mataram quatro israelenses e um grego. Marwan Barghouti foi um dos articuladores da segunda intifada, ou levante violento dos palestinos contra Israel.O chanceler israelense Silvan Shalom desmentiu as especulações de que Barghouti poderia ser solto como um gesto de boa-vontade por parte de Israel. "Ele ficará na prisão pelo resto da vida, porque é um assassino, porque é responsável pela morte de tantos" inocentes, disse Shalom.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.