Israel nega versão síria sobre disparos nas Colinas do Golan

O Exército israelense negou a acusação da Síria de que teria disparado no domingo contra manifestantes desarmados perto das Colinas do Golan, matando 23 palestinos e sírios. Segundo Damasco, Israel abriu fogo contra um grupo que reivindicava suas terras no Golan, tomadas em 1967. Israel disse que Damasco está explorando os palestinos, enviando-os à fronteira, para desviar a atenção da crise na Síria. / NYT

, O Estado de S.Paulo

07 de junho de 2011 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.