Israel nega visita de Morantinos ao QG de Arafat

O governo de Israel declarou nesta segunda-feira que não permitirá que o enviado especial da União Européia ao Oriente Médio, Miguel Angel Moratinos, visite o líder palestino Yassar Arafat em seu quartel-general em Ramallah, na Cisjordânia, prevista para hoje.?O pedido de Moratinos foi negado pelo gabinete do primeiro-ministro Ariel Sharon?, disse um responsável próximo a Sharon. Membros do Partido Trabalhista Israel pediram que Sharon deixe o enviado da UE se reunir com Arafat. Para a deputada Zehava Gal-On, a proibição poderá gerar um conflito desnecessário com a União Européia.As autoridades militares israelenses pediram que todas as visitas ao QG de Arafat sejam evitadas. Para eles, as visitas vão obrigar a diminuir o cerco a fortaleza de Arafat e assim atrapalhar a estratégia de prender, segundo os israelenses, dezenas de palestinos procurados pelos organismos de segurança de Israel que estariam escondidos no QG do líder palestino.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.