Israel negocia troca de prisioneiros com o Hezbollah

Israel negocia com o grupo guerrilheiro xiita libanês Hezbollah, por intermédio de um mediador alemão, a troca de prisioneiros no prazo de alguns meses, disseram fontes na segurança israelense. O caminho do diálogo foi reaberto com a entrega pelos israelenses ao Hezbollah, na segunda-feira, dos corpos de dois de seus militantes. Um deles foi morto ao desfechar um atentado suicida contra um comboio militar de Israel e outro num confronto com soldados desse país - ambos nos anos 90. Em troca, o grupo permitiu que o mediador visitasse um coronel da reserva israelense capturado em 2000. Nesse mesmo ano, três soldados foram capturados pelo Hezbollah, mas não está claro se eles estão vivos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.