Israel nomeia novo chefe de segurança interna

Principal cargo do Shin Bet será ocupado pela primeira vez por um judeu ortodoxo

Associated Press e Efe

28 de março de 2011 | 17h34

JERUSALÉM - O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, anunciou nesta segunda-feira, 28, a nomeação de Yoram Cohen, um veterano responsável dentro dos organismos de segurança, como o próximo chefe do serviço de segurança de Israel, o Shin Bet.

 

Cohen já fazia parte do órgão e é o primeiro judeu ortodoxo escolhido como o principal responsável deste organismo. Ele substituirá o atual chefe do serviço de segurança interior israelense Yuval Diskin, cujo mandato termina em 15 de maio. Ainda é necessária a autorização do Comitê Turkel, encarregado de autorizar as nomeações, para que a indicação de Cohen se torne efetiva.

 

Nascido em Israel e com 30 anos de experiência dentro do Shin Bet, Cohen completou seu serviço militar na Brigada Golani, enquanto participava de um programa especial destinado a recrutas judeus.

 

Ao anunciar a indicação de Cohen nesta segunda-feira, Netanyahu louvou seu antecessor por sua "importante e efetiva" contribuição como chefe do Shin Bet nos últimos seis anos. "Tenho certeza de que lhe agradecendo pelo seu trabalho, o faço em nome de todos os cidadãos de Israel", disse o chefe do Executivo israelense. "Yoram foi o ponta-de-lança da atividade da agência no decorrer dos últimos anos", declarou Netanyahu ao justificar a escolha. Cohen é "um verdadeiro homem de campo", prosseguiu.

 

Espera-se que o próximo responsável do Shin Bet dê continuidade aos planos de Diskin de reduzir a equipe e despesas, assim como de aumentar o uso de tecnologias avançadas e garantir uma maior flexibilidade operacional.

 

A mudança no comando do Shin Bet ocorre em um momento de repentina escalada da tensão entre israelenses e palestinos, depois de meses de relativa calma.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.