Israel pede para que ONU alerte Síria e Líbano

Israel conclamou hoje o secretário-geral das Nações Unidas, Kofi Annan, a alertar a Síria e o Líbano de que os ataques perpetrados pelo grupo Hezbollah (Partido de Deus) poderão provocar "conseqüências alarmantes" no Oriente Médio. O pedido foi feito diante de um movimento de reforço militar por parte dos guerrilheiros do Hezbollah em uma área da fronteira entre o Líbano e o Estado judeu. Annan recebeu a mensagem israelense através de uma carta enviada a ele hoje de manhã pelo chanceler Shimon Peres.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.