Israel pede rápido envio da Finul diante de situação "explosiva"

Tzipi Livni, ministra de Exteriores israelense, pediu nesta quarta-feira o envio "extremamente rápido" dos efetivos que reforçarão a Força da ONU no sul do Líbano (Finul) para solucionar a atual situação "sensível e explosiva" na região."É necessária uma reação extremamente rápida da comunidade internacional", pediu Livni em entrevista coletiva em Paris, após uma reunião de trabalho com o ministro de Exteriores francês, Philippe Douste-Blazy.A chefe da diplomacia israelense advertiu que a situação atual no sul do Líbano com a presença na região de efetivos do Exército israelense é "a mais sensível e explosiva possível", por isso pediu a rápida mobilização da Finul para ajudar o Exército libanês a recuperar "a soberania" do país.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.