Israel pede US$ 12 bilhões aos EUA

O governo de Israel está pedindo aos EUA uma ajuda de US$ 12 bilhões, disse o contador-geral do Ministério de Finanças israelense, Nir Gilad, em reunião com representantes de bancos que coordenam emissões de bônus de Israel na América do Norte. Gilad disse que a ajuda especial seria liberada ao longo de dez anos: "Sob o novo plano para garantias, nós precisaremos de US$ 8 bilhões em garantias para empréstimos de bancos comerciais e US$ 4 bilhões em defesa e outros pontos, ao longo dos próximos dez anos". Sobre os informes de um possível rebaixamento dos ratings da dívida soberana de Israel, Gilad disse que, "ao contrário de todos os rumores, não há planos para rebaixar o rating de crédito de Israel". Ele acrescentou que tem tido sucesso em persuadir todas as companhias de rating internacionais a não rebaixar as notas de Israel.

Agencia Estado,

10 Dezembro 2002 | 17h45

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.