Israel permitirá encontro entre americano e Arafat

O primeiro-ministro de Israel, Ariel Sharon, concordou em permitir que o enviado especial dos EUA se encontre com o presidente da Autoridade Palestina, Yasser Arafat, informou o gabinete do premier. No início da semana, Sharon havia negado um pedido do secretário de Estado dos EUA, Colin Powell, para que fosse permitido ao mediador norte-americano Anthony Zini encontrar-se com Arafat. Israel tem mantido o líder palestino isolado em seu escritório na cidade de Ramallah, na Cisjorânia. Sharon mudou de idéia quanto a permitir um encontro entre Arafat e Zini. Contudo, apesar do presidente dos EUA, George W. Bush, ter feito um pronunciamento pedindo que Israel se retire dos territórios palestinos, Sharon disse que a ofensiva militar continuará.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.