Israel: pesquisas apontam vitória de Sharon

O extremista de direita de Israel, Ariel Sharon, está cerca de 18% a frente do primeiro-ministro Ehud Barak em pesquisas eleitorais divulgadas hoje, confirmando-se como favorito para as eleições de 6 de fevereiro. O instituto de pesquisas Dahaf entrevistou 603 israelenses para o jornal Yedioth Ahronoth. A pesquisa colocou Sharon com 49% das intenções de voto para o cargo de primeiro-ministro contra 32% de Barak. O apontamento mostrou ainda que 19% do eleitorado está indeciso. Já a pesquisa do instituto Gallup para o jornal Maariv deu ainda mais vantagem para o líder do partido de direita, Likud. Segundo a amostragem, 590 pessoas foram ouvidas. Deste total, 52% apontou que votaria em Sharon contra 34% que votaria no atual primeiro-ministro. O número de indecisos foi de 14%.Gallup também apontou que se Barak desistisse da disputa em favor do seu predecessor, Shimon Peres, do Partido Trabalhista, a disputa com Sharon seria acirrada. Neste caso, Sharon ficaria com 46% das intenções de voto contra 45% de Peres, número considerado empate técnico. A margem de erro das pesquisas é de 5%.Outra pesquisa feita pelo instituto Smith com 515 eleitores para o jornal Jerusalém Post, colocou Sharon com 44% e Barak com apenas 28%. Barak tem apenas quatro dias úteis para se aliar a Peres, mas insiste que será o candidato do Partido Trabalhista. Sharon - que coordenou a invasão do Líbano em 1982 - é o líder do partido de extrema direita, o Likud.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.