Israel planeja retomar assentamentos após moratória

O ministro israelense de Relações Exteriores, Avigdor Lieberman, afirmou hoje que Israel não vai concordar com os pedidos dos Estados Unidos de um novo congelamento na construção de assentamentos, dizendo que, após 26 de setembro, quando acaba a atual interrupção de novas edificações, elas serão retomadas nos assentamentos e que o "crescimento natural" será permitido em outras áreas.

AE, Agência Estado

25 de agosto de 2010 | 12h52

Lieberman também afirmou que o governo de Israel e os palestinos não devem chegar a um acordo de paz no prazo de um ano, segundo o Jerusalem Post. De acordo com o diário, o chanceler disse à Rádio Israel que os palestinos estão fazendo muitas exigências e que os norte-americanos os estão forçando a participar das conversações. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.