Israel pode ceder parte de Jerusalém, diz Barak

O ministro da Defesa de Israel, Ehud Barak, afirmou ontem que um acordo de paz pode fazer com que parte de Jerusalém se torne capital de um futuro Estado palestino. "Nossa posição básica é que Jerusalém é a capital de Israel, mas podemos achar uma forma sob a qual vários bairros com grande população árabe poderiam se tornar parte da capital palestina", disse. A questão é um dos principais entraves a um acordo de paz.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.