Israel prende 3 palestinos por morte de turista dos EUA

Israel anunciou hoje a prisão de três palestinos pelo assassinato de uma turista norte-americana no ano passado. A polícia informou que o trio pertencia a uma quadrilha criminosa que realizou uma onda de ataques para vingar a morte de um graduado membro do Hamas.

AE, Agência Estado

26 de janeiro de 2011 | 10h43

Kristine Luken, de 44 anos, foi morta a facadas em dezembro, enquanto fazia uma excursão com um amigo em um bosque nas proximidades de Jerusalém. Segundo a polícia, os três suspeitos disseram aos interrogadores que desejavam matar um judeu. Kristine na verdade era cristã.

Os três são oriundos da Cisjordânia e também suspeitos em outros crimes, como o assassinato de uma mulher israelense e o ataque contra outros dois participantes de excursões, disse o chefe da polícia de Jerusalém, Aharon Franco.

Franco disse que o líder do grupo afirmou que os ataques ocorreram como vingança pela morte de um integrante do Hamas, ocorrido no ano passado. Muitos suspeitam que Israel tenha matado esse membro do Hamas, apesar de o governo israelense nunca ter admitido o crime.

Outros dez palestinos foram presos por supostamente fazerem parte da mesma célula. Eles são acusados de atuar como cúmplices em vários homicídios, violações, roubos e ataques com armas de fogo contra o Exército israelense. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
IsraelpalestinosprisãoturistaEUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.