REUTERS/Baz Ratner
REUTERS/Baz Ratner

Israel prende adolescente por ameaças falsas a sinagogas nos EUA

Advogado diz em audiência que cliente tem um tumor cerebral que afeta seu comportamento e sua capacidade de distinguir o certo e o errado

O Estado de S.Paulo

23 de março de 2017 | 20h03

TEL-AVIV - A polícia de Israel prendeu ontem um adolescente de 18 anos, com cidadania israelense e americana, suspeito de fazer dezenas de ameaças falsas com bombas contra sinagogas em Estados Unidos, Austrália e Nova Zelândia. A identidade dele não foi divulgada a pedido da Justiça. A motivação do adolescente não tinha sido esclarecida pela polícia. 

Seu advogado disse em audiência que ele tem um tumor cerebral que afeta seu comportamento e sua capacidade de distinguir o certo e o errado. O pai do jovem também foi preso durante as investigações.

O suspeito começou a fazer telefonemas em janeiro, usando tecnologias para ocultar sua identidade. As investigações indicam que ele também foi o responsável por uma falsa ameaça de bomba a um voo da Delta Airlines em 2015. O FBI colabora com o inquérito. Autoridades americanas têm investigado o aumento nas ameaças a centros judaicas nos EUA. Nos últimos três meses, houve 100 ameaças de bombas em 12 Estados, além de ataques a sinagogas e cemitérios judaicos. 

Algumas associações judaicas americanas têm criticado o presidente Donald Trump por julgar que sua resposta a episódios antissemitas tem sido inadequada. O presidente condenou esses ataques em um discurso em fevereiro. 

O secretário de Justiça dos EUA, Jeff Sessions, disse ontem que a prisão reflete a determinação do governo em processar aqueles que cometem crimes de ódio. “Não vamos tolerar a discriminação contra quaisquer comunidades neste país com base em suas crenças religiosas”, disse Sessions em um comunicado. / REUTERS

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.