Israel prende ativistas pró-Palestina em manifestação no aeroporto de Tel-Aviv

Mais de 60 ativistas internacionais que participavam de uma campanha batizada de "Bem vindo à Palestina" foram presos ontem em Israel, pouco depois de aterrissarem no Aeroporto Ben Gurion, em Tel-Aviv.

O Estado de S.Paulo

16 de abril de 2012 | 03h02

Entre os manifestantes, havia portugueses, espanhóis, canadenses, suíços, italianos, franceses, entre outras nacionalidades. Todos os presos serão deportados em uma operação que, segundo a polícia israelense, levará dias. Também foram detidos nove israelenses que foram ao aeroporto para recepcionar os manifestantes.

A campanha internacional tem como objetivo chamar a atenção para a situação dos palestinos na Faixa de Gaza e na Cisjordânia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.