Israel prende membros da Jihad na Palestina

Tanques israelenses entraram esta terça-feira em Tamun, território autônomo de Jenin, ao norte da Cisjordânia, durante uma ofensiva contra militares do grupo extremista Jihad Islâmica, informou o serviço de segurança palestino. Um membro da Fatah, grupo do presidente palestino Yasser Arafat, também foi preso.O exército israelense informou que deteve vários membros do Hamas e que dois deles, vinculados com as redes terroristas que atuam em Jenin e Nablus, eram procurados. Os israelenses ainda declararam que "o exército israelense não estava mais na região uma vez que a operação foi concluída". Não há informação sobre vítimas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.