Israel proíbe entrada de missão da ONU em Jenin

O gabinete israelense decidiu hojenão permitir a entrada de uma missão da ONU no campo derefugiados de Jenin, Cisjordânia, desrespeitando assim umaresolução do Conselho de Segurança das Nações Unidas. O ministro das Comunicações israelense, Reuven Rivlin,falando a jornalistas depois de uma extensa reunião de gabinete,disse que a ONU não teria respeitado um acordo sobre a equipe, eque por isso Israel não permitirá sua entrada.A missão foi determinada pelo Conselho de Segurança da ONUpara investigar uma sangrenta batalha de oito dias no campo derefugiados de Jenin. Durante o conflito, que terminou no últimodia 11, o exército israelense praticamente destruiu o centro do campo. Segundo os palestinos, Israel perpetrou um massacre, matandocentenas de civis. Os israelenses, por sua vez, dizem queforam mortas dezenas de pessoas, e em sua maioriamilitantes e terroristas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.