Israel quer conversação direta com palestinos, diz Peres

O presidente de Israel, Shimon Peres, pediu a realização de conversações diretas com os palestinos, dizendo que a Bulgária poderia ser um local apropriado para as negociações. Peres disse que Israel não tem objeções às conversações diretas, tendo em vista que elas servem aos "interesses de paz e coexistência pacífica".

AE-AP, Agência Estado

11 de agosto de 2010 | 14h33

As declarações foram feitas hoje após reunião com o presidente búlgaro Georgi Parvanov, em Sófia. A Bulgária mantém boas relações tanto com Israel quanto com os palestinos. Embora tenha sido aliado da Alemanha nazista durante a Segunda Guerra Mundial, o país se recusou a deportar 48 mil judeus para os campos de concentração.

Hoje, Peres recebeu a mais alta condecoração da Bulgária, o Stara Planina, por sua contribuição às relações bilaterais e internacionais. Ele deve também discursar para membros da comunidade judaica em uma sinagoga de Sófia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.