Israel quer Egito como mediador de acordo com palestinos

O primeiro-ministro de Israel, Ehud Olmert, pedirá neste domingo ao presidente do Egito, Hosni Mubarak, que empregue seus bons ofícios para incentivar os palestinos a alcançarem um acordo negociado com Israel, disseram àEfe fontes da delegação israelense."Egito e Israel estão convencidos de que a melhor opção é a via negociada, e, assim como é para os egípcios, para nós o ´Mapa de Caminho´ também é a opção preferível", declarou Raanan Gissin, assessor do primeiro-ministro israelense.O funcionário acrescentou que para tal fim, "os palestinos devem demonstrar que estão dispostos a se comprometer com o que diz" o "Mapa de Caminho", o plano de paz elaborado pelo Quarteto de Madri (EUA, Rússia, ONU e União Européia). Ele disse ainda que o esforço junto ao Egito também tem como objetivo evitar o que seria a última opção de Israel, "que é o plano de convergência".Gissin se referia à iniciativa de Olmert de evacuar 70.000colonos judeus da Cisjordânia, anexar três grandes blocos de população israelense nesse território e fixar de forma unilateral as fronteiras definitivas do país.Sobre o plano, o assessor israelense advertiu: "Todos sabemos que se trata de um plano genérico, a respeito do qual ainda não há detalhe algum. O importante é que o Egito não o rejeitou completamente".No entanto, no sábado, o ministro egípcio de Assuntos Exteriores, Ahmed Aboul Gheit, disse que seu país apóia qualquer iniciativa negociada entre israelenses e palestinos e é contra a adoção de medidas unilaterais para a solução do conflito entre as duas partes.Gissin ressaltou ainda que o objetivo da reunião entre Olmert e Mubarak na localidade egípcia de Sharm El Sheik é "criar um consenso das forças moderadas para conseguir maior estabilidade e prosperidade para os povos da região".Neste sentido, afirmou que Israel e Egito enfrentam desafios similares, como o islamismo radical e o terrorismo, de modo que a reunião deste domingo supõe uma busca de "posturas comuns, uma vez que já não é possível isolar o conflito (entre israelenses e palestinos) dos interesses dos dois países".Outra das questões na agenda de Olmert será informar Mubarak da recente reunião em Washington com o presidente americano George W. Bush.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.