Israel quer provas de que soldados estão vivos

O ativista dos direitos civis dos Estados Unidos Jesse Jackson disse que Israel quer provas de que os dois soldados capturados pelo Hezbollah em julho estão vivos antes de negociar uma possível troca."Os israelenses reivindicam provas materiais ou algum sinal de vida", afirmou Jackson, que deve se reunir nesta segunda-feira com um representante do Hezbollah."O Hezbollah deseja negociar uma troca de prisioneiros e tenho aimpressão de que (os dois soldados israelenses) estão vivos", disseJackson na semana passada.A captura dos dois soldados israelenses em 12 de julho foi o que motivou dos ataques israelenses contra o Líbano, que deixaram mais de 1.300 mortos e milhares de feridos.Desde então, a organização xiita libanesa insistiu em que só entregará os soldados a Israel dentro de uma troca de prisioneiros libaneses detidos em prisões de Israel, algo que o Estado judeu se nega a fazer.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.