Israel reabre caminho vital para abastecimento de Gaza

O Exército de Israel reabriu nesta quinta-feira, após duas semanas, a passagem de Karni, caminho de vital importância para o trânsito de mercadorias na fronteira com a Faixa de Gaza governada pela Autoridade Nacional Palestina (ANP). As autoridades israelenses justificaram a medida alegando razões de segurança e humanitárias. O fechamento da via provocou escassez de alimentos básicos destinados à população palestina, entre eles leite, açúcar e tomate. "Em poucos dias faltará farinha e, se isto ocorrer, pode ter início uma grande conturbação social, mas não contra o Hamas, e sim contra Israel", declarou na quarta-feira o vice-ministro da Economia da ANP, Nasser Saraj, após o fechamento da passagem utilizada no abastecimento de 1,4 milhão de pessoas em Gaza. A passagem de Karni, por onde circulam cerca de 300 caminhões de carga, a maioria seguindo do território israelense rumo ao de Gaza, foi fechada há duas semanas devido a informações dos serviços secretos sobre possíveis ataques terroristas. Tais ameaças, segundo fontes militares, não desapareceram totalmente, e por isso o Exército israelense efetuou mudanças de ordem "tática" para zelar pela segurança na região.

Agencia Estado,

09 Março 2006 | 05h59

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.