Israel reage e diz que pode atacar alvos sírios

Pelo segundo dia consecutivo, as baterias antiaéreas dos milicianos do Hezbollah no sul do Líbano lançaram hoje disparos contra centros urbanos na zona da Alta Galiléia - sem provocar vítimas nem danos, segundo fontes militares de Israel.O ministro israelense Shlom Simhon (trabalhista) advertiu hoje que, diante da escalada de violência, Israel poderia ver-se obrigado a atacar objetivos sírios no Líbano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.