Israel realiza ataque aéreo a túneis de Gaza e mata 3

Ataques aéreos israelenses contra alvos na Faixa de Gaza mataram na madrugada de hoje três homens em um túnel usado para contrabando na fronteira entre Gaza e o Egito, segundo funcionários palestinos. Os ataques foram uma retaliação contra o lançamento, ontem, de um foguete e de um morteiro contra o território israelense. Os corpos de dois homens chegaram ao necrotério de um hospital próximo, em Rafah, segundo o médico Salam Abu Salem. Um cameraman da Associated Press identificou um terceiro corpo sendo retirado do mesmo túnel.

AE-AP, Agencia Estado

08 de janeiro de 2010 | 13h17

Dezenas de contrabandistas palestinos já morreram em desabamentos e ataques contra os túneis, usados para levar desde cigarros e chocolate a armas para o isolado território palestino. Israel e o Egito impuseram o bloqueio para enfraquecer o grupo militante Hamas, que tomou o poder integral de Gaza, em 2007.

Militares israelenses informaram que, além de disparar contra os túneis, aeronaves também atingiram um local onde se fabricava armas e outro túnel, de onde os militantes poderiam entrar em Israel para realizar ataques.

Israel desenvolveu um sistema para neutralizar os foguetes, apelidado de "Domo de Ferro", que deve ser instalado ao longo da fronteira com Gaza ainda neste ano. A iniciativa poderia neutralizar os foguetes, que se tornaram a arma mais efetiva dos militantes palestinos. O Egito já começou a construir uma barreira subterrânea para impedir os túneis, o que poderia prejudicar o suprimento pelo Hamas de dinheiro e armas.

A violência em Gaza diminuiu, mas não parou desde a violenta ofensiva israelense no território há um ano, com o objetivo de interromper o lançamento de foguetes contra Israel. Ontem as Nações Unidas informaram que Israel concordou em princípio em pagar à organização cerca de US$ 10 milhões pelos estragos causados contra prédios da ONU por forças israelenses, durante a ofensiva. Um funcionário de Israel afirmou que um acordo sobre um pagamento estava próximo, mas ainda não foi finalizado.

Tudo o que sabemos sobre:
Faixa de GazaIsraelataque aéreo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.