Israel reforça estado de alerta depois de ataques em Gaza

A Polícia de Israel deve aumentar o grau do estado de alerta em todo o país nesta noite, após os ataques feitos na sexta-feira pelo Exército israelense em Gaza, que deixaram mais dez mortos entre os palestinos.O chefe da Polícia israelense, Moshe Karadi, indicou que, neste domingo, todo o país será regido por um grau de alerta mais alto, depois da troca de informações entre as forças de ordem e os serviços de inteligência sobre advertências de mais de 90 possíveis ataques palestinos.Os principais centros de ensino e lazer serão controlados por diferentes órgãos de segurança para prevenir atentados. Vários grupos palestinos ameaçaram novos ataques, entre eles o Hamas, que compõe o Governo da Autoridade Nacional Palestina e que anunciou o fim da trégua para vingar as mortes de sexta-feira.A segurança será reforçada em torno de Jerusalém e nas imediações do território da Cisjordânia, especialmente em lugares onde há grandes concentrações de pessoas.O braço armado do Hamas assumiu hoje a autoria do lançamento de mísseis contra o território israelense, o que marca o fim da trégua com Israel firmada em março de 2005.Segundo a rádio pública israelense, pelo menos 14 mísseis Qassam foram lançados contra Israel ao longo do dia, sem deixar feridos.Além disso, também foram lançados um míssil antitanque e 10 bombas, das quais seis não explodiram e foram detonadas por oficiais do Exército israelense.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.