Israel reforça presença militar em áreas palestinas

O governo de Israel enviou reforço militar para a Cisjordânia e a Faixa de Gaza, ao mesmo tempo em que analisa a possibilidade de convocar reservistas. O motivo são alertas sobre novos planos terroristas. Os militares também prorrogaram restrições às viagens de palestinos dentro dos territórios ocupados.O ministro da Defesa, Shaul Mofaz, ordenou o reforço das tropas e cancelou cursos de treinamento para os soldados. Fontes militares informam que ordens para mobilizar reservistas estão em elaboração, por causa do aumento das ameaças terroristas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.