Israel rejeita novo governo palestino, diz porta-voz

Israel não se relacionará com o novo governo palestino e pressionará a comunidade internacional para que esta também rejeite a nova coalizão de unidade nacional, disse nesta quinta-feira um porta-voz da chancelaria.A posição israelense foi anunciada por Mark Regev, porta-voz do Ministério das Relações Exteriores do Estado judeu, depois de as facções palestinas rivais Hamas e Fatah terem fechado um acordo de partilha de poder após extensas negociações.Os dois grupos palestinos têm a esperança de que a coalizão obtenha apoio da comunidade internacional e ajude a pôr fim às sanções políticas e econômicas em vigor há um ano, desde que o Hamas assumiu o governo depois de uma arrasadora vitória nas urnas.Para justificar a recusa israelense em lidar com o novo governo da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Regev alega que o acordo entre os grupos não atende às exigências de renúncia à violência, reconhecimento ao direito de existência de Israel e aceitação de acordos passados."Sendo assim, Israel não lidará com esse novo governo e espera que a comunidade internacional mantenha-se firme em seus princípios e recuse-se a lidar com um governo que diz não à paz e à reconciliação", declarou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.