Israel relaxa restrições contra Arafat

Israel levantou, "até certo ponto", as restrições contra o presidente da Autoridade Palestina,Yasser Arafat, que está confinado em seu quartel-general da Cisjordânia há quase três meses, segundo um comunicado oficial israelense.O Gabinete de Segurança de Israel resolveu permitir a Arafat a liberdade de movimentos pelos arredores de Ramallah, diz um comunicado emitido depois da reunião semanal de gabineteisraelense, da qual participaram altos funcionários governamentais. Entretanto, não será permitida a saída de Arafat do povoado.A decisão é posterior à detenção por parte da segurança palestina de três militantes suspeitos de haver assassinado o ministro do Turismo israelense Rehavam Zeevi, em 17 de outubrodo ano passado, em cumprimento a uma exigência israelense para retirar o bloqueio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.