Israel retaliará possível ataque do Iraque

O presidente israelense, Moshe Katsav, afirmou hoje que é provável que o Iraque ataque Israel em resposta a uma ação dos EUA, destacando que as forças de seu país "com certeza" retaliarão qualquer agressão. Segundo Katsav, seus comentários levaram em consideração avaliações feitas por autoridades militares israelenses. "A avaliação é que o Iraque tentará nos atacar e eu sei, com certeza, que Israel está preparado para fazer frente a esse desafio. Nessa ocasião, não pretendemos sentar indolentemente sobre nossas armas dobradas", afirmou Katsav, em entrevista a uma emissora de rádio.Na Guerra do Golfo, em 1991, o Iraque lançou 39 mísseis Scud contra cidades israelenses, causando danos, mas nenhuma vítima. Com os ataques, o presidente do Iraque, Saddam Hussein, tentou impelir Israel para a guerra, com o objetivo de afastar os países árabes da coalizão liderada pelos EUA. Mas diante da intensa pressão dos EUA, Israel, contra sua própria vontade, não fez nenhuma retaliação. Agora, líderes militares de Israel têm afirmado que o país não ficará passivo a um ataque do Iraque e que as forças aéreas israelenses estão treinadas para um possível confronto com o Iraque.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.